almanaque silva

Ícone

histórias da ilustração portuguesa

O Caçador

Batidas…, João Maria Bravo, 1952

Em Novembro de 1948 sai a público o primeiro número da revista Diana. Caça, hipismo e pesca contavam doravante com uma voz qualificada e contemporânea. A revista afrontou poderes públicos e interesses privados, não hesitando em escrever cartas-abertas aos governantes, reclamando um desenvolvimento sustentado das actividades cinegéticas, condenando atavismos e práticas nocivas. Dois nomes em dois tempos distintos fazem de Diana uma das mais bem ilustradas revistas da história da imprensa portuguesa. João da Câmara Leme foi diretor de arte e ilustrador nos anos de 1965 a 1967, mas Manuel Lapa (Lisboa, 1914-1979) tem a presença mais duradoura. Entra no n.º 15, em março de 1950, e em meados da década ilustra praticamente toda a revista, desenhando também capas e apontamentos humorísticos de traço caricatural. Lapa retrata o país caçador e pescador e, com particular exuberância, as savanas das então colónias portuguesas no continente africano.

As ilustrações têm uma óbvia base fotográfica, mas Lapa modela-as em camadas de luz e sombra através de bicromias com um virtuosismo inexcedível. Ilustrador de outras profundidades, modernista sofisticado na ilustração para a infância, expressionista nos livros das coleções A e B dirigidas por António Ferro na Editora Tavares Martins, revivalista no tratamento de temas históricos e religiosos, Lapa aplica também este registo fotográfico à arquitetura religiosa ou estado-novista, com idêntico sucesso. A justaposição de duas cores planas contrastadas, em pinceladas soltas, cria um realismo primoroso que assume o objetivo claro de dar ao leitor uma perceção vívida e emocionante dos bichos de pena, pelo ou escamas, presas e caçadores, e dos prazeres e perigos concedidos pela deusa Diana.

Coisas de lebres, Jorge Ferreira, n.º 108, dezembro 1957

A caça na literatura, Fernando Loureiro, n.º 156, dezembro 1961

A morte do Leonce, Victor Henriques, n.º 75, março 1955

Um elefante que poderia ter dado que falar, Manuel Ferreira de Lima, n.º 108, dezembro 1957

Os cavalos marinhos também carregam, Victor Henriques, n.º 91, julho 1956

A caça ao tigre na Índia, H. A. Fooks, n.º 75, março 1955

Capa, n.º 156, dezembro 1961

O seu cão foi convidado?, n.º 146, fevereiro 1961

Filed under: Manuel Lapa,

One Response

  1. José Oliveira diz:

    Muito com pouco. Apreciei sobretudo “As batidas” e ainda mais “O seu cão foi convidado?”. Sobriedade de meios, virtuosismo da ilustração. Que regalo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Visitas

  • 373,446

Posts

%d bloggers like this: