almanaque silva

Ícone

histórias da ilustração portuguesa

Ilustradores Ilustrados

Fernanda Fragateiro

Em encomenda da Bedeteca de Lisboa e do seu director, João Paulo Cotrim, em 2000, a que deu o nome de Ilustradores Ilustrados, um ilustrador munido de uma máquina fotográfica fixou as caras (e corpos) de alguns dos mais eminentes ilustradores portugueses contemporâneos, em corte diagonal de gerações e notoriedades. Retratista consagrado de escritores, João Francisco Vilhena (Lisboa, 1965) ensaia neste projecto uma plasticidade cénica de rara cumplicidade com os ilustrados. Rara é também a qualidade da produção, trocando o intantâneo fotojornalístico por laboriosa produção. São 25 viagens ilustradas por mundos ocultos ou assumidos na obra pública e publicada. Há referências eternas e há referências efémeras. Fragateiro é a sardenta Pipi das Meias Altas, Morais um explorador tintinesco, Cavalheiro mima o seu ídolo Bocage, Geirinhas assume uma replicante do filme Blade Runner, Letria é quadro de Magritte, Ruivo encarna o seu americaníssimo Bug do Milénio e Pott figura um Capuchinho Vermelho pouco ortodoxo. São imagens de um tempo e um lugar que celebraram o triunfo da ilustração editorial portuguesa e de um futuro otimista que o nosso inquietante presente remeteu para a gaveta da memória.

André Letria

Pedro Cavalheiro

Pedro Morais

Cristina Sampaio

Luís Manuel Gaspar e Michelle

João Fazenda

André Ruivo

Elsa Navarro e Carla Pott

Pedro Amaral e Luís Lázaro

Arlindo Fagundes e Pedro Burgos

Henrique Cayatte e Gonçalo Ruivo

Paulo Patrício e Júlio Vanzeller

Zé Manel e José Manuel Saraiva

Daniel Lima e Maria João Worm

Manuela Bacelar e André Carrilho

Alice Geirinhas

Filed under: Bedeteca de Lisboa, João Francisco Vilhena, , ,

Visitas

  • 386,520

Posts