almanaque silva

Ícone

histórias da ilustração portuguesa

O Bailinho da Madeira

Isabella de França, manequim em exposição no Madeira Story Centre

Nos anos 30 do século vinte, um colecionador madeirense encontrou por acaso num alfarrabista de Londres o manuscrito de um curioso diário de viagem de uma senhora inglesa, datado de meados de oitocentos e nunca publicado. Jornal de uma Visita à Madeira e a Portugal, 1853-54, foi escrito e ilustrado por Isabella de França (1795-1880), casada com José Henrique de França, comerciante londrino de origem madeirense e proprietário na ilha. Isabella foi à Madeira em  lua-de-mel, contava já 57 anos e o marido 50. No diário, revela-se escritora e aguarelista talentosa, particularmente atenta aos meios de transporte tradicionais da ilha. Liteiras, redes, corças e carros de cesto eram fundamentais num relevo acidentado e inacessível, ainda longe da comodidade do asfalto contemporâneo.

A Madeira tornou-se destino de férias e repouso a partir do século XVIII, afamada pela natureza generosa e pelo clima propício ao tratamento da tuberculose. Durante o século dezanove, o arquipélago foi amplamente divulgado em Inglaterra em álbuns de gravuras de artistas ingleses, como os clássicos A History of Madeira, de R. Ackermann, em 1821, ou o Madeira Ilustrated de Andrew Picken, de 1840. Encarnando o romantismo do tempo, os álbuns revelavam as espantosas paisagens e, sobretudo, os pitorescos trajes dos madeirenses, onde avultava a famosa carapuça de pano azul, forrada a vermelho, comum a homens e mulheres. Sem a mestria gráfica de Picken ou de Ackermann, Isabella de França pinta 20 aguarelas de modelação detalhada e cromatismo suave. Se tivesse publicado em vida o livro, como parece ter sido sua intenção com as frequentes alusões aos “meus leitores”, a litografia da época teria exigido um gravador de traço mais firme, como se verifica nos livros citados. O Jornal de Isabella, inédito por mais de 100 anos, foi finalmente editado em 1970, numa edição da Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal. O original encontra-se na Casa-Museu Frederico de Freitas, no Funchal.

Subindo para o Monte

‘A senhora há-de ter paciência’ – Estrada para o Curral

Lazareto

Embarque na Calheta

Fontes

Madeira, uma breve História Ilustrada, Pedro Ornelas, Madeira Story Centre, 2009

http://rowingforpleasure.blogspot.com

Filed under: Isabella de França, ,

Visitas

  • 386,520

Posts